Detran suspende 177 carteiras de motoristas do Acre

Por Wanglézio Braga

O Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-AC) publicou na edição de hoje (29) do Diário Oficial do Estado (DOE) uma lista com 177 nomes de motoristas que tiveram os seus direitos de dirigir suspensos. A grande maioria dos processos envolve desobediência às normas 165, 170 e 244 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB).

As portarias da Corregedoria do Detran pede aos citados que façam a apresentação dos documentos de habilitação no próprio setor do departamento. Com o documento entregue, “se dará início ao cumprimento da referida penalidade, ficando os infratores impedidos de dirigirem veículos automotores em todo território nacional e, desde já, advertidos de que a violação acarreta a cassação de habilitação, nos termos do artigo 263, inciso I, do mesmo diploma legal”.

O presidente da Corregedoria do Detran, Luiz Duarte Maia informou ainda nas portarias que “transcorrido o período de suspensão e comprovada a frequência a curso de reciclagem, os condutores poderão requerer a devolução de suas habilitações, a teor do artigo 261, § 2º do Código de Trânsito Brasileiro”.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.