Hospital de campanha de Cruzeiro do Sul recebe primeiros equipamentos

O maior hospital de campanha do Acre, na regia?o do Vale do Jurua?, comec?a a receber os primeiros equipamentos para a montagem de 90 novos leitos que sera?o exclusivos para pacientes com Covid-19. E? mais um passo importante na luta contra a pandemia do coronavi?rus e uma clara demonstrac?a?o de que a principal prioridade da gesta?o Gladson Cameli e? salvaguardar vidas.

Devidamente higienizados, os materiais hospitalares esta?o sendo distribui?dos em todas as alas da unidade. Profissionais dedicados correm contra o tempo para que tudo fique organizado e pronto ate? o dia da inaugurac?a?o.

“Estamos nos ajustes finais do hospital de campanha. Ja? iniciamos a montagem dos leitos, a dispensac?a?o em cada enfermaria, de acordo com sua capacidade, e tambe?m aguardamos a chegada de todos os equipamentos para que no dia da inaugurac?a?o esteja tudo conclui?do’’, explicou a coordenadora da secretaria de Estado de Sau?de no Jurua?, Muana Arau?jo.

Dividida em dois pavimentos, a estrutura edificada em Cruzeiro do Sul esta? inserida no plano de continge?ncia do Governo do Estado do Acre no enfrentamento a? doenc?a. Prevista para ser inaugurada nos pro?ximos dias, a unidade de 1,4 mil metros quadrados contara? com 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), 20 leitos semi-intensivos e 60 leitos de enfermaria.

O hospital de campanha foi conclui?do em pouco mais de me?s em um pavilha?o que estava abandonado ha? 30 anos. Com recursos especi?ficos do Ministe?rio da Sau?de para combate ao coronavi?rus, o investimento na moderna unidade foi de R$ 4,1 milho?es. Sua estrutura permanente sera? integrada ao Hospital do Jurua? apo?s a? pandemia e ampliara? a oferta de leitos na segunda regia?o mais populosa do Acre.

“A construc?a?o dessa estrutura fixa deixa muito claro o compromisso do governador Gladson Cameli com a regia?o do Jurua?, levando em considerac?a?o que a maioria dos hospitais de campanha em outros estados é provisória. Essa obra vai dobrar a capacidade quer ti?nhamos antes no Hospital do Jurua? e garantir melhor suporte e atendimento de qualidade para mais de 240 mil pessoas que vivem nessa regia?o”, argumentou.

Unidade passa por inspec?o?es e testes de seguranc?a

Os hospitais de campanha construi?dos pelo governo acreano sa?o um verdadeiro legado para a sau?de pu?blica. E sua construc?a?o tambe?m devera? se tornar memora?vel como grande desafio na a?rea da engenharia civil, devido a? complexidade da obra e curto prazo de execuc?a?o.

Para evitar imprevistos, a Secretaria de Infraestrutra (Seinfra) intensificou a realizac?a?o dos u?ltimos ajustes antes da inaugurac?a?o do hospital. Minuciosas inspec?o?es esta?o sendo feitas nos equipamentos e redes ele?trica e hidra?ulica do pre?dio.

“Ao longo da semana, a equipe da Seinfra esta? realizando va?rios testes de funcionalidade. Estamos verificando se todas as la?mpadas, condicionadores de ar e torneiras esta?o realmente funcionando. Ale?m disso, vamos simular panes para constatar se o gerador de energia esta? sendo acionado da maneira correta. Este peri?odo de testes e? fundamental para que possamos corrigir as falhas e garantir que tudo esteja pronto ate? a chegada do primeiro paciente”, afirmou o titular da pasta, I?talo Ce?sar de Medeiros.

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.