Rio Branco reduz casos de dengue, mas o período ainda exige cuidados

Com redução nos casos de dengue, atendimento no Policlínica Barral y Barral volta à normalidade a partir da próxima segunda-feira, 20

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), informa que com a redução nos casos de dengue, registrados no final de abril, o atendimento da Policlínica Barral y Barral voltará a funcionar a partir da próxima segunda-feira, 20, no horário das 7h às 18 horas, de segunda à sexta-feira.

Rio Branco registrou, até 27 de abril, 3.441 notificações de dengue representando um aumento de 175% em relação ao mesmo período de 2018 que registrou 1.252 casos suspeitos. Desde meados de janeiro, quando se constatou o maior número de notificações, houve redução de 346%.

Socorro Martins, diretora da Vigilância Epidemiológica do Munícipio, que ressalta “apesar do saldo positivo, a instabilidade climática proporciona um aumento natural na proliferação do mosquito, que é potencializado pelo descarte ou armazenamento inadequado de materiais acumuladores de água e, consequentemente, traz riscos à população”.

A diretora explica ainda que as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti executadas pelo Município, em atendimento a determinações da prefeita Socorro Neri, somados ao compromisso dos agentes de endemias, de saúde e da população são determinantes para redução.

 

 

ASSOSSORIA


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.