?Temos consciência das dificuldades e dos problemas?, diz Alysson ao receber carta de Médicos

Por Wanglézio Braga  

O caos da Saúde do Acre foi o principal problema na pauta de uma reunião realizada entre sindicalistas do Conselho Regional de Medicina (CRM), Sindicato dos Médicos do Acre (SINDMED) e profissionais da Saúde e o Secretário de Saúde do Acre (SESACRE), Alysson Bestene. O encontro foi realizado na noite de ontem (16) e culminou na entrega de uma extensa carta com sugestões de melhorias para o atendimento nas unidades de saúde.  

Na carta, os profissionais afirmam que “É de conhecimento de todos os graves problemas relacionados ao atendimento em saúde como falta de medicamentos, falta de materiais, enormes filas para cirurgia, péssimas condições das instalações para o atendimento, falta de segurança, entre outros. A maioria das soluções não tem levado em consideração as particularidades do local e da população atendida, e muitas vezes há uma visível distância entre as ações propostas pelo governo e o que se observa na prática”.

“Recebi na noite de ontem, a Carta Aberta do Movimento Médicos pela População, que reúne o Sindmed, CRM, AMB e médicos, com a intenção de buscar melhorias para a Saúde do Acre. Eu sou um defensor do diálogo e das parcerias. Acredito que juntos, com transparência, verdade e força de vontade, vamos vencer as dificuldades”, comentou Alysson.

Na ocasião, o Secretário afirmou que o Governo Gladson Cameli tem ciência das dificuldades na área. Ele ressaltou ainda que o diálogo para resolver os problemas é a saída para qualquer impasse. “Temos consciência das dificuldades e dos problemas. Agradeço aos médicos por essa importante iniciativa. O governador Gladson Cameli sempre esteve aberto ao diálogo com todos. Tenho certeza que será uma grande parceria pela Saúde do Acre”, concluiu.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.