Governo do Estado encaminha respirador portátil para hospital de Mâncio Lima

Com o objetivo de estruturar as unidades hospitalares do interior do estado, o Governo do Estado do Acre, por meio da Secretária Estadual de Saúde (Sesacre), encaminhou nesta segunda-feira, 3, um respirador portátil para o Hospital Dr. Abel Pinheiro, no município de Mâncio Lima.

Este importante equipamento servirá, caso seja necessário, para a transferência de pacientes com Covid-19 para o Hospital Regional do Juruá, referência no tratamento da doença na região.

A Coordenação Regional de Saúde do Juruá encaminhou esse equipamento para unidades hospitalares de Tarauacá, Feijó, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima e para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O coordenador-geral do Hospital Dr. Abel Pinheiro, Hélio Bentes da Costa, agradeceu ao governador Gladson Cameli pela dedicação à saúde de Mâncio Lima. “Estamos muitos felizes pelo recebimento desse respirador que irá contribuir muito nesse momento de pandemia para transferir nossos pacientes. Expresso meus agradecimentos, em especial ao governador Gladson Cameli pelo seu olhar especial e por ser tão parceiro de toda a população de Mâncio Lima”.

A coordenadora da Regional de Saúde do Juruá, Catiana da Silva, disse que toda a regional já recebeu este equipamento que auxilia no atendimento e na transferência de pacientes dos municípios para o Hospital Regional do Juruá.

“Com a entrega para o Hospital Dr. Abel já conseguimos atender praticamente todas as unidades hospitalares com ventilação mecânica para transporte móvel. O governador tem feito um esforço enorme para que em poucos dias possamos disponibilizar o mesmo aparelho para o único município que ainda não atendemos, Rodrigues Alves”, enfatizou.

Além da entrega do respirador, a Coordenadora de Saúde do Juruá, Raquel Batista, aproveitou a visita a Mâncio Lima para vistoriar as obras de reforma e ampliação do hospital que estão em pleno andamento. Vale ressaltar que o bloco B foi totalmente ampliado e deverá ficar pronto nos 30 dias. Após a construção do bloco B iniciará a reforma do bloco A com previsão para término em dezembro.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.