PRB Mulher realiza debate sobre maternidade

Na noite da última quinta, 24, o Partido Republicano Brasileiro, por meio do segmento PRB Mulher, realizou no auditório da Biblioteca da Floresta o debate com o tema “Toda Mulher Tem o Direito de Ser Mãe”.

Tudo motivado a partir de uma postagem na rede social da jornalista, Kamila Costa, que recentemente engravidou, mas infelizmente perdeu o bebê e narrou sua “saga” em buscar ajuda no sistema publico de saúde e dos planos particulares.

“Estou casada há oito anos e sempre desejamos ser pais, mas descobri que adquiri algumas doenças e não poderia ter filhos, caso não realizasse tratamento e para agravar, quando perdi meu bebê, durante a curetagem o médicos provocou o danos ao meu útero. Busquei tratamento no SUS e nas empresas de planos de saúde. A resposta sempre foi negativa. Mas não desistirei e quero que outra mulheres também tenho o seu direito garantido” disse Kamila.

Para a presidente estadual do PRB Mulher, Regilene Mesquita, existe uma falta de respeito com a mulher em todos os sentidos, desde o atendimento até o processo de retirada do feto.

“Sou mãe e quero que outras mulheres também tenham esse direito, vamos encaminhar projeto às casas legislativas do Acre para garantir o direito. Vamos lutar para que seja aprovado na câmara municipal com o apoio do presidente do PRB, Manuel Marcos e na assembleia com a doutora Juliana” destacou Regilene.

A senhora Lucielia Lemos viu o relato de Kamila nas redes sociais e sentiu que deveria motivar as mulheres a buscar seus direitos, mesmo que a vida e as pessoas coloquem dificuldades no caminho.

“Tentei engravidar seis vezes e já estava desacreditando que poderia um dia ser mãe. Contei muito com o apoio de meu marido, que não me deixou desistir, mesmo quando ouvi de um médico as palavras “vamos retirar esse negocio podre dai de dentro”(sic). Aquilo acabou comigo. Mas com a graça de Deus eu hoje sou mãe de duas lindas crianças porque também lutei por isso e reforço que não desistam” ressaltou Lucielia.

O presidente do PRB se disse muito emocionado com o debate e os relatos ali expostos.

“Nenhuma mulher deveria passar por isso, já não bastasse a dor da perca e ainda tem que tentar sobreviver psicologicamente ao tratamento grosseiro de pessoas que parece que se acostumaram a destratar as pessoas. Como parlamentar, irei lutar para que todo mulher na cidade de Rio Branco tenha seu direito garantido e unirei forças com a deputada doutora Juliana e convocar o deputado Alan Rick. E parabéns aos companheiros que não deixaram suas parceiras só nesse momento” finalizou Manuel.

O evento ainda contou com a presença da doutora Thays Vilela, que tirou duvidas dos presentes, tanto mulheres quanto homens.

Assessoria de Comunicação PRB


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.