Governo garante apoio para o fortalecimento da cadeia produtiva do açaí

O governador Tião Viana se reuniu na Casa Civil nesta sexta-feira, 25, com o empresário do ramo do açaí Alcindo Nascimento, para tratar de ações e parcerias que envolvem o público, o privado e o comunitário para o avanço e fortalecimento da cadeia produtiva do açaí no estado.

Assim como a piscicultura, o governo reforça a importância de investir em pesquisas e buscar tecnologia avançada para ser aplicada no desenvolvimento de grandes áreas de plantio.

 “Essa parceria com o governo é fundamental para que a gente possa implantar de forma empresarial o açaí no estado, o que representa um grande ganho para a economia”, conta o empresário.

Nas cidades de Porto Acre, Plácido de Castro, Epitaciolândia e Bujari, Nascimento contabiliza mais de 800 hectares de áreas de plantio de açaí.

Ele conta que a expectativa é plantar mais mil hectares no próximo ano, e com o uso de alta tecnologia será possível avançar com mais velocidade nesta etapa do projeto.

 “Vamos olhar o açaí com todo o seu potencial para o pequeno, o médio e o grande produtor, promovendo o uso de tecnologia num projeto que vai trazer inclusão social no campo”, reforça. 

Forte apoiador do desenvolvimento dessa cadeia produtiva no estado, Tião Viana afirma que acredita no potencial do fruto e quer estender oportunidades para que a cadeia produtiva seja amplamente desenvolvida.

 “A fruticultura tem esse poder de desenvolver as cidades com o seu potencial de mercado, e aqui no Acre já avançamos num modelo voltado para a exportação. Estamos dando as mãos com a iniciativa privada e as comunidades para que a gente desenvolva esse modelo para a Amazônia, num trabalho que envolve homens e mulheres, promovendo oportunidades no ramo do agronegócio”, afirma o governador.

Agência de Notícias do Acre

 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.