Datafolha: 45% reprovam governo Bolsonaro; aprovação é de 28%

Levantamento do Instituto Datafolha divulgado na noite desta quinta-feira (28) pelo site do jornal "Folha de S.Paulo" mostrou que 45% dos entrevistados consideram o governo de Jair Bolsonaro (PL) ruim ou péssimo. Na pesquisa anterior, em junho, o índice de reprovação era de 47%. A oscilação está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2% para mais ou para menos. Outros 28% aprovam a gestão.

Veja os resultados da pesquisa:

  • Ótimo/bom: 28% (26% no levantamento de junho; 25% em maio, 25% em março)
  • Regular: 26% (26% no levantamento de junho; 27% em maio; 28% em março)
  • Ruim/péssimo: 45% (47% no levantamento de junho; 48% em maio; 46% em março)
  • Não sabe: 1% (1% no levantamento de junho; 1% em maio, 1% em março)

 

A pesquisa ouviu 2.556 pessoas nos dias 27 e 28 de julho em 183 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Ela está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01192/2022.

O melhor desempenho de Bolsonaro se dá entre aqueles que recebem entre 5 a 10 salários mínimos e evangélicos --ambos com 37% de aprovação. O pior, entre os nordestinos, com 49% de rejeição.

Bolsonaro segue como presidente com a pior avaliação em igual tempo de mandato entre todos os presidentes eleitos após a redemocratização do país. Em julho de 1998, Fernando Henrique Cardoso tinha 38% de aprovação e 19% de reprovação. Em julho de 2006, Lula tinha 38% de aprovação e 21% de rejeição. Dilma Rousseff (PT), em 2014, tinha 32% de aprovação e 29% de rejeição. FHC, Lula e Dilma se reelegeram.

 

[G1]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.