Gladson Cameli anuncia medidas para conter crises no Acre

Agência de Notícia

O governador Gladson Cameli anunciou uma série de medidas, diante da situação emergencial em que o Acre se encontra, com o crescimento dos números de internações no sistema público de saúde por Covid-19, surtos de dengue e  enchentes que já atingem dez municípios, além da crise migratória na fronteira com o Peru.

Na noite deste domingo, 21, o chefe do Executivo anunciou a chegada do quinto lote de vacinas contra a Covid-19 ao estado, previsto para a noite de terça-feira, 23. Diante do recrudescimento da curva epidemiológica da Covid-19, Cameli anunciou também a abertura de mais leitos de UTI e a instalação de usinas de geração de oxigênio hospitalar.

“Solicitei a abertura de mais vagas de UTI e usinas de oxigênio, para que não venham a faltar, caso a demanda pelo insumo na rede hospitalar aumente nos próximos dias.

”Aguardamos a chegada de mais um lote de vacinas contra a Covid-19, inclusive pedi o apoio do Ministério da Saúde para que o Acre, diante da situação emergencial que enfrenta, tivesse uma quantidade maior de doses para imunizar e alcançar mais pessoas neste momento”, anuncia Cameli.

Sensível ao sofrimento dos acreanos, o governador Gladson Cameli vem  acompanhando de perto a situação, indo aos municípios, levando ajuda humanitária e buscando de forma incansável recursos junto ao governo federal.

Diante do caos, com enchentes, crise migratória e alta taxa de ocupação de leitos de UTI Covid, o presidente da República, Jair Bolsonaro, virá ao Acre nesta quarta-feira, dia 24.

“A presidência da República começou a nos dar retorno, autorizando algumas medidas que solicitamos de forma urgente para que o Acre não venha a sofrer um colapso. Uma delas foi a transferência de pacientes com Covid-19 para outros estados, o que já nos foi autorizado”, disse o governador.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.