Vice-governador participa de reunião com Banco Mundial

O vice-governador Major Rocha esteve em reunião nesta segunda-feira, 20, na sede do Banco Mundial (Bird), em Brasília, buscando soluções para que os diversos projetos de financiamentos sejam acelerados. A reunião contou com a participação da secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Maria Alice, da secretária de Estado da Fazenda, Semírames Maria Dias, e do representante do Estado do Acre em Brasília, Ricardo França, da gerente de Operações do Banco Mundial no Brasil, Doíma Petrescu, e feita por videoconferência com o gerente de Operações de Washington Thomaz Rosada.

Rocha foi informado que o Plano Operativo, encaminhado em março pelo governo do Estado para análise pelo Bird, e que cobre as áreas de infraestrutura, agricultura, saúde e saneamento, já teve sua quase totalidade aprovada, faltando apenas algumas análises na área da saúde. As demais estão aptas para serem licitadas. Para tanto resta somente o encaminhamento ao Bird dos projetos detalhados para aplicação do montante de $ 136 milhões de dólares que foram previamente negociados.

Obras estruturantes

Outro assunto tratado pelo vice-governador e equipe do governo, foi sobre a possibilidade de o Banco Mundial reverter o corte de 35 milhões de dólares que haviam sido feitos, que estavam destinados antes para investimentos em assistência técnica. Como o governo dispõe de outras linhas de crédito para este fim como o Bid e KFW, Rocha pediu que a destinação fosse feita para obras estruturantes.

“O governo do Estado está empenhado em reestruturar todo o aparato de assistência técnica para o homem do campo. A Emater sofreu ameaça de extinção, mas vai receber uma atenção especial nesse governo”, destacou o vice-governador.

A secretária Maria Alice deu como exemplo de obras emergenciais, que podem ser beneficiadas com a liberação dessa linha de crédito, as pontes de Xapuri, que liga ao bairro da Sibéria e a de Sena Madureira, que une os dois Distritos da cidade.

O gerente em Washington, Thomaz Rosada, sinalizou positivamente para os pedidos, afirmando que ajustes técnicos poderão ser feitos para que as licitações tenham andamento. Rocha finalizou a reunião, solicitando que o Bird analise linhas de crédito a fundo perdido para que sejam aplicadas no Estado do Acre.

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.