Acusada de ser "infiel" ao MDB, Sinhasique rebate seguidores

Por Wanglézio Braga / Foto: Assessoria Aleac

Acusada de “infidelidade ao MDB”, a Secretária de Empreendedorismo e Turismo do Acre, Eliane Sinhasique, teve muito trabalho durante o dia, em suas redes sociais, para responder aos questionamentos dos seus seguidores bem como dos simpatizantes da agremiação.

Ontem (17), na postagem, ela justificou quatro pontos para apoiar a candidatura de Socorro Neri (PSB) e de Eduardo Ribeiro (PDT) rumo à prefeitura da capital e por sua vez rifar de vez o apoio ao candidato, Roberto Duarte, que tem como candidata a vice-prefeita, Antônia Lúcia Câmara, ambos do mesmo partido da emedebista.  

Após o anúncio, diversos seguidores pediram esclarecimentos à secretária pela declaração de voto a atual prefeita, do PSB. Um dos internautas chegou a solicitar que o MDB tomasse providência, o quanto antes, abrindo um processo de ‘expulsão’ de Sinhasique. Tal internauta, ligado à turma de Roberto Duarte, classificou como “traição” a atitude da secretária.

“No MDB, um partido democrático, nunca vi expulsão de quem não "obedece" a decisão os dirigentes partidários. Temos vários exemplos de emedebistas que não acataram a decisão do partido em eleições passadas e nem por isso foram expulsos”, respondeu Sinhasique.

As declarações caíram como uma “bomba” dentro do MDB, partido que Eliane Sinhasique é filiada há anos. Alguns dirigentes fizeram questão de manifestar descontentamento, via rede social, com o voto da atual secretária de Gladson Cameli (PP). Outros simplesmente deram o silêncio como resposta. Uma fonte de dentro do MDB disse à nossa redação que o ato de Sinhasique já foi inserido numa pauta de reunião que ocorrerá dentro do diretório estadual nos próximos dias.

O fato é que membros do partido da prefeita, o PSB, elogiaram a postura de Eliane Sinhasique e “curtiram” a sua publicação. Até o momento, Roberto Duarte, não se manifestou sobre o assunto. 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.