Com Decreto de Emergência em mãos, Gladson vai à Brasília pedir ajuda ao Acre

Por Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução

O decreto de Emergência no Acre forçou o governador Gladson Cameli, do PP, a desembarcar em Brasília para cumprir extensa agenda junto aos ministérios do governo Bolsonaro. Hoje (18), o executivo iniciou verdadeira peregrinação nas companhias dos senadores Mailza Gomes (PP) e Márcio Bittar (MDB) atrás de recursos e verbas para amenizar problemas com o fluxo imigratório, surto de dengue e a pandemia do novo Coronavírus.

O primeiro encontro do governador é junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Cameli vai em seguida se reunir com o Ministro da Economia, Paulo Guedes. “Não podemos perder um minuto para atender aos pedidos de ajuda das famílias atingidas pelas cheias dos rios. Estamos com problemas nos casos de dengue, e ao mesmo tempo o aumento do número de pessoas infectadas pela Covid-19. Eu peço a todos que mais uma vez se conscientizem, precisamos virar essa página”, disse.

Gladson, diretamente de Brasília, aproveitou para fazer um apelo à população. “Peço a toda a população, aos brasileiros, que não abaixem as suas cabeças! Vamos seguir firmes e fortes, e juntos venceremos essa batalha. Peço a contribuição de cada um! As muitas decisões que estamos tomando hoje podem ser ruins, mais é para preservar as vidas de vocês e da população. Quem achar ruim hoje, pode chorar amanhã! Conto com a contribuição de cada um, com fé no coração e Deus, nós vamos vencer essa batalha”, finalizou.

Conta da viagem do governador ao Distrito Federal, quem assumiu o governo foi o vice-governador Wherles Rocha (PSL). Ele participou de uma audiência com o ministro da Saúde e sua equipe. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.