Perpétua dispara: “Só espero o Bolsonaro não atrapalhe a chegada do oxigênio da Venezuela”

Por Wanglézio Braga/ Foto: Divulgação

Twitter virulentos foram disparados pela deputada federal, Perpétua Almeida (PCdoB) contra o Governo Jair Bolsonaro. A vacina e a falta de oxigênio em Manaus foram os assuntos recorrentes das postagens inflamadas, via Twitter, da parlamentar. Almeida foi além e usou ainda uma hastag “#bolsonaroGenocida” para chamar atenção dos seus seguidores.

Na noite de ontem (17), a parlamentar compartilhou um vídeo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informando que caminhões com oxigênio estão a caminho da fronteira da Venezuela com o Brasil. Maduro diz que o oxigênio é para salvar vidas dos “hermanos e hermanas de Manaus, no Brasil”, e no total “são seis cisternas com 36 mil litros de oxigênio, equivalente a 14 mil balas de oxigênio”.

“Caminhões da Venezuela na estrada. Ao amanhecer atravessarão a fronteira p/ deixar oxigênio em Manaus. Somos gratos aos irmãos venezuelanos por nos ajudar salvar vidas. Só espero que Bolsonaro não atrapalhe a chegada do oxigênio da Venezuela em Manaus”, disparou.

Já nesta segunda-feira (18), Almeida comentou sobre a vacinação contra a Covid-19.  “Que dia mesmo, nós os outros mortais, vamos tomar a vacina? Esta remessa do Butantan, não dá nem p/ os profissionais de saúde e idosos nos asilos. Se não tivesse sido boicotada pelo governo Bolsonaro, a vacina poderia estar chegando hoje p/ todos os brasileiros”, escreveu.

Ao repercutir a informação de que a China estaria com problemas para conseguir insumos e que isso ameaçaria as vacinas do Instituto Butantan e Fiocruz no Brasil, Perpétua novamente não poupa nas críticas ao presidente. “Vamos agora fazer fé para que a família Bolsonaro não crie uma nova encrenca com a China. Porque como diz a Dra Margareth Dalcolmo, “é tudo da China, gente”, disparou. 

Almeida também comentou a postura do presidente que afirmou à imprensa: 'A vacina é do Brasil'. “Apesar da vacina ...” diz Bolsonaro. O inconsciente dele o entrega. Antes Bolsonaro falava: “A vacina chinesa do João Doria”. Agora ele diz: “A vacina é do Brasil, não é de nenhum governador, não”. Oportunismo e canalhice. #mentiroso", concluiu. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.