"Vai ter concurso em todas as áreas, nós temos que fazer um concurso geral", afirma prefeito de Rio Branco

“Quando eu peguei o transporte coletivo aqui cobrava R$4 reais a passagem e olhe que o combustível era menos de R$4 reais o litro do óleo diesel. O óleo diesel subiu pra mais de R$7 reais o litro e a gente baixou o preço da passagem para R$3,50. É a primeira vez que prefeito baixa preço de passagem e com tudo dobrando de preço. E melhoramos muito”, citou o prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (PP).

As declarações de Bocalom foram feitas ao jornalista Rogerio Wenceslau, no programa Entrevista da tarde, ao vivo, nesta segunda-feira, 16, ao vivo, TV Rio Branco-Cultura. O parlamentar aproveitou o momento para citar algumas mudanças que estão sendo feitas na prefeitura de Rio Branco durante sua gestão.

“O primeiro ano a gente arrumou a casa, chegou no final do ano eu vi que tinha R$240 mil reais na conta , eu falei , agora da de chamar os médicos e fazer um acordo com eles . E foi quando a gente fez um acordo entre todos os funcionários da prefeitura, a gente fez a justiça salarial. Professor passou a ganhar o piso dele, enfermeiro, todo mundo ta ganhando aquilo que é merecido. Salário mínimo saiu de menos de R$900,00 reais que estava na carteira do funcionário da prefeitura, foi para R$1400,00 , o maior salário mínimo das capitais do Brasil é da prefeitura de Rio Branco. E o médico a gente saiu de menos de R$2.000,00 para R$9.000,00 na carteira” , explicou o prefeito.

O prefeito explica que a prefeitura de Rio Branco necessita de mais funcionários e que pretende fazer um concurso para aumentar o número de servidores. “ Nós temos que fazer concurso geral, o déficit de funcionários é muito grande e a prefeitura é muito grande”, esclareceu Bocalom.

Assista, na íntegra, a entrevista do prefeito Tião Bocalom nos estúdios da Tv Rio Branco-Cultura:


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.