Edvaldo Magalhães apresenta anteprojeto que visa o pagamento do 14º aos professores e auxiliares em "home office"

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) protocolou um anteprojeto de lei na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que visa valorizar os professores e auxiliares da rede pública estadual de Ensino. A matéria é simples e objetiva.

O parlamentar defende que os recursos não utilizados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), por conta da pandemia do novo coronavírus, sejam destinados para o fortalecimento da Educação, como o pagamento do 14º salário aos professores, este ano.

Edvaldo Magalhães compreende que o trabalho “home office” trouxe custos aos educadores como, por exemplo, uso de dados de internet, gastos com energia elétrica, além de dedicação exclusiva e integral para que o conteúdo chegue aos alunos de forma clara e objetiva. Para ele, caso seja acatada a ideia pelo Executivo, é o reconhecimento de um esforço feito com zelo e dedicação ao Ensino.

“Este nosso anteprojeto é muito simples. Não é dispendioso para o Estado. Os recursos existem. O nosso objetivo aqui é colaborar com a Educação, com os nossos professores. O trabalho de “home office” impôs despesas, desgaste físico e mental a estes trabalhadores. Eles estão em dedicação exclusiva e em um esforço monumental. Nada mais justo que retribuir e valorizá-los com mais essa conquista”, disse o parlamentar, autor da proposta.

A matéria deve ser lida no expediente da sessão desta quarta-feira (14) e encaminhado ao governo do Estado para apreciação da matéria e reenvio à Assembleia Legislativa.

 

ASSESSORIA


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.