Vanda Milani participa do lançamento da safra de feijão em Plácido de Castro

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade) destinou R$ 300 mil para aquisição de calcário pelo município de Plácido de Castro, recurso que vai ajudar no plantio de grãos. Projeto piloto doou mudas de feijão e adubo na manhã de hoje (13). A ação aconteceu através da secretaria municipal de agricultura. A terra aqui é muito boa, o agricultor tem coragem para trabalhar. Essa relação institucional com o município objetiva dar maior incentivo à produção de grãos e a busca de parcerias para ajudar no escoamento da produção, na transferência de tecnologia e fortalecimento do setor” disse a deputada. Cerca de 80 famílias estão sendo beneficiadas pelo programa de plantio de feijão com 100% de subsídio. Produtores da região do Triunfo, do km 58 da AC 40 e do setor de Chácaras na Vila Campinas vão receber as sementes e assistência técnica. “No início do ano estive com o prefeito Camilo Silva e o secretário Adevilson Queiroz na Embrapa onde pactuamos a assinatura de um termo de cooperação técnica para garantir a transferência de tecnologia aos pequenos produtores da região” acrescentou Vanda Milani. Segundo o secretário Adevilson Queiroz a previsão para a primeira colheita da safra de feijão é de 104.000 kg. Sementes do tipo carioquinha e rosinha foram adquiridas em Mato Grosso. “O apoio da deputada Vanda é fundamental para o início desse programa. O prefeito Camilo Silva tem dado total apoio para alavancar a produção de grãos no município e a busca dessas parcerias ajuda na construção desse novo momento no setor produtivo” analisou Adevilson. O prefeito Camilo Silva disse que considera importante a agenda Agro desenvolvida pelo gabinete da deputada Vanda Milani que se propõe a ajudar no maior gargalo da agricultura familiar “que é a ausência de tecnologia como a correção de solo”, disse o prefeito. A parlamentar lembrou que este ano destinei R$ 14 milhões em emendas impositivas e de bancada para ajudar no agronegócio e a agricultura familiar. “Esse é um setor que cresceu e ajudou a movimentar nossas riquezas e que merece atenção especial para aquecer a economia” concluiu Vanda Milani. [Assessoria]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.