Estado dialoga com prefeito de Rio Branco sobre estratégias de segurança

Agência de Notícias

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, juntamente com equipe, esteve reunido com o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, na tarde desta terça-feira, 12, para um diálogo sobre a segurança pública da capital acreana. A reunião, realizada no gabinete da prefeitura, também teve como objetivo buscar parcerias com as demais prefeituras do estado, por meio da Associação dos Municípios do Acre (Amac), tendo em vista que Bocalom também detém a cadeira de presidente da instituição.

Na ocasião, o secretário abordou os avanços na segurança e as perspectivas para o ano de 2021, com a implantação do Plano Estadual de Segurança Pública. Destacou que, na condição de presidente da Amac, o prefeito de Rio Branco poderá atuar como um porta-voz perante os demais prefeitos, auxiliando na difusão das demandas da segurança pública estadual.

Em nome do govenador Gladson Cameli, Paulo Cézar colocou a segurança pública à disposição da prefeitura e apresentou detalhes do Plano Estadual de Segurança Pública, destacando a importância de uma parceria firme e integrada com o Município.

“O plano conta com o fortalecimento da segurança pública municipal, por meio da criação de uma força específica para esse fim, a criação de videomonitoramento, a criação do Centro Integrado de Comando e Controle (Cicc), que possibilitará o atendimento emergencial e respostas à sociedade da forma adequada. Também está contemplada no plano uma proposta para aprimorar a urbanização de Rio Branco, a fim de garantir melhores condições para o policiamento ostensivo”, explicou o secretário.

O prefeito Tião Bocalom afirmou que não há dúvida de que a parceria entre a Prefeitura de Rio Branco e o governo do Estado, envolvendo toda a segurança, trará mais tranquilidade ao povo da capital. Também destacou que a prefeitura tem a sua parcela de contribuição. “O acesso a todas as vias urbanas de Rio Branco, além da iluminação pública, que é fundamental. Isso nós estamos conversando e garantimos que esse ano vamos conseguir fazer”, relatou.

O chefe do Gabinete Militar de Rio Branco, tenente-coronel Ezequiel Bino, ressaltou que a parceria entre Estado e Município é indispensável. “A conversa foi extremamente positiva e já saímos daqui com encaminhamentos. Essa semana irei à Secretaria de Segurança Pública, onde vamos criar de imediato um grupo de trabalho integrado, porque ‘integração’ é a palavra do dia”, afirmou.

Também presente à reunião, o presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, vereador N. Lima, agradeceu o convite do secretário e explicou que a Câmara já tomou conhecimento do plano. “Temos a certeza de que, se a Prefeitura de Rio Branco nos der a disponibilidade de que o secretário precisa, Rio Branco está bem representada no sistema de segurança do município, com o prefeito Tião Bocalom, com o nosso secretário e com a Câmara”, disse.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.