Jorge Viana reage à postura da gestão Tião Bocalom sobre exoneração de petistas na prefeitura

Por Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução

O ex-senador e um dos principais líderes do PT do Acre, Jorge Viana, reagiu à informação da nomeação bem como do destino de “petistas” que serviram aos governos da Frente Popular do Acre (FPA) e que foram nomeados na gestão de Tião Bocalom (PP), na prefeitura de Rio Branco.

Jorge Viana fez manifestação via Twitter ao escrever que considera “inacreditável” a forma como a gestão municipal vislumbra o destino de alguns comissionados que apoiaram, por exemplo, Socorro Neri (PSB) ou Daniel Zen (PT) nas eleições de novembro e que hoje servem ao prefeito do PP.

Na última sexta-feira (08) a imprensa deu destaque às nomeações de antigos cabos eleitorais da ex-prefeita Socorro Neri e do ex-prefeito Marcus Alexandre. As nomeações foram publicadas durante a semana no Diário Oficial do Estado (DOE). Nas eleições municipais, Bocalom disse, por várias vezes, que na sua gestão, caso seja eleito, não teria espaço para ‘petistas’.

Após inúmeras polêmicas, a prefeitura resolveu se manifestar sobre o assunto e admitiu que as nomeações são “necessárias tendo em vista que os servidores conhecem bem das suas respectivas áreas” e que o prefeito Bocalom pediu 100 dias para que seja feito um levantamento nas diversas áreas e que por isso, eles (leia-se petistas) foram nomeados para treinar futuros novos comissionados aliados aos partidos que elegeram Bocalom e depois serão exonerados.

A postura da gestão municipal em relação ao assunto foi bastante criticada e também entrou na lista dos assuntos mais comentados nas redes sociais dos acreanos. Alguns internautas desaprovam a ideia  consideram 'repugnante', 'injusta' e 'incoerente'. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.