Prefeitos conhecem pacote de investimentos do governo para os 22 municípios do Acre

Agência Brasil

O governador Gladson Cameli apresentou aos prefeitos acreanos o audacioso pacote de obras que sua administração executará a partir deste ano. São investimentos na ordem de R$ 2,2 bilhões, que contemplam as 22 cidades do estado. A apresentação foi realizada nesta sexta-feira, 8, durante Assembleia Geral da Associação dos Municípios do Acre (Amac).

Na regional Tarauacá-Envira, o governo injetará R$ 138 milhões; já na regional do Purus, o investimento será de R$ 157,2 milhões; no Alto Acre, R$ 285,8 milhões; a regional do Juruá receberá R$ 310 milhões; e a região do Baixo Acre foi contemplada com R$ 1,3 bilhão. São obras nas áreas da saúde, educação, segurança pública, mobilidade, produção rural, gestão pública, infraestrutura e urbanização.

Deste montante, R$ 132,8 milhões já estão sendo utilizados. Cerca de R$ 254 milhões encontram-se em processo de licitação e R$ 510 milhões em fase de elaboração de projetos. Outros investimentos somam R$ 169 milhões e o governo estadual está empenhado na captação de mais R$ 1,2 bilhão em novos recursos.

Visando o desenvolvimento do Acre por completo, Cameli explicou que o governo priorizou as principais necessidades dos municípios acreanos. Além de melhorar a qualidade de vida da população, Gladson lembrou que as obras contribuirão para o aquecimento da economia.

“De Santa Rosa a Marechal Thaumaturgo, o governo está trabalhando para todos. Os próximos dois anos serão de muitas obras e o apoio das prefeituras será muito importante para que possamos cumprir com o nosso cronograma. Além disso, vamos contribuir na geração de milhares de empregos e trazer renda para o nosso povo”, pontuou.

Na oportunidade, o governador desejou sucesso ao mandato dos prefeitos e reiterou o apoio institucional do Estado em prol dos municípios. “Nos últimos dois anos, firmamos parcerias com todas as prefeituras e continuaremos agindo da mesma forma. Aos novos prefeitos e aos que foram reeleitos, torço que façam uma excelente administração e contem com o governo para ajudar a melhorar a vida da população”, afirmou.

Prefeitos enaltecem compromisso do governo com o progresso do Acre

A carteira de obras apresentada pelo governo estadual deixou o prefeito do Bujari, Edvaldo Teles, entusiasmado. Padeiro, como é mais conhecido, enfatizou que todo tipo de investimento no município de 10,4 mil habitantes é de grande relevância para o seu desenvolvimento. Somente para a cidade, o governo pretende aplicar mais de R$ 10 milhões.

“Temos uma esperança muito grande de que o governo vai nos ajudar. Somos um município pequeno e todo investimento é sempre muito bom. A nossa população está aguardando por isso”, argumentou o gestor municipal.

Tião Bocalom, prefeito de Rio Branco, destacou o esforço do atual governo na organização das finanças públicas nos últimos dois anos e o árduo trabalho no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Para o gestor, o momento é de grande expectativa, sobretudo nas obras que serão feitas na capital.

“Desse pacote de mais de dois bilhões de reais, cerca de um bilhão é para Rio Branco. Eu não tenho dúvida nenhuma que, na presidência da Amac, a responsabilidade será muito grande para ajudarmos na distribuição desses investimentos e na busca por mais recursos junto à nossa bancada federal”, ressaltou.

A primeira Assembleia Geral da Amac em 2021 também foi marcada pela escolha de sua nova diretoria. Eleito por aclamação, Tião Bocalom presidirá a associação pelos próximos dois anos. A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, é a vice-presidente; e o prefeito Mazinho Serafim, de Sena Madureira, o primeiro-secretário da entidade.  


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.