Bolsonaro chora em cerimônia das Forças Armadas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou nesta segunda-feira (5) de uma cerimônia de fim de ano das Forças Armadas, no Clube Naval de Brasília. Enquanto cumprimentava capitães de mar e guerra da Marinha, o chefe do Executivo chorou.

Ele estava acompanhado da primeira-dama Michelle. Entre as autoridades presentes estavam o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Assim como em outros eventos após a derrota no segundo turno das eleições 2022, Bolsonaro não discursou.

Em seguida, foi oferecido um almoço em homenagem ao presidente da República, com participação dos militares.

Nesta terça-feira (6), Bolsonaro deve participar da cerimônia de posse dos novos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Messod Azulay Neto e Paulo Sérgio Domingues, às 17h.

Ambos foram indicados e nomeados pelo presidente após sabatina no Congresso. Não há previsão de fala do chefe do Executivo nem dos ministros.

 

[CNN]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.