Nenhum candidato aguarda por julgamento de pedido de candidatura no Acre

Por Wanglézio Braga

O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) concluiu os julgamentos de todos os pedidos de candidaturas visando o pleito de 15 de novembro. Uma pesquisa feita hoje (03) pelo Portal O Rio Branco ao “DivulgaCand 2020”, sistema de candidatura e conta dos candidatos, é possível ter um panorama geral das eleições em nosso estado.

Em números, o Acre totalizou 3.029 pedidos sendo que 95,81 das candidaturas receberam sinal positivo da corte eleitoral. A porcentagem equivale a 2902 candidaturas.  Apesar da agilidade e rapidez, o sistema aponta que existem cinco candidatos a vereador que estão com o status de “apto com recurso” aguardam julgamento de seus respectivos dispositivos.

Já o número de inaptos é de 127 candidatos (4,19%). Quando isolamos os dados de inaptos é possível perceber que 30 renunciaram, cinco pessoas tiveram os seus pedidos não reconhecidos, 91 pedidos indeferidos. Entre os principais motivos para indeferimentos: Ausência de requisito de registro: 137, Indeferimento de partido ou coligação: 34 e Ficha Limpa: 19.

Também neste quadro, a Justiça Eleitoral apontou um falecimento de um candidato durante o período de julgamento. O caso em questão trata-se do professor universitário Carlos Alberto de Souza, 61 anos, que morreu em sua casa no dia 03 de outubro vítima de infarto. Carlos Alberto tentava uma vaga de vereador em Rio Branco pelo PSDB.

Sobre cargos, o DivulgaCand aponta uma diminuição no número de candidatos a prefeito. Antes havia 94 pedidos de candidaturas e agora o número caiu para 90. Plácido de Castro é um dos municípios que mais teve renúncia, segundo o sistema.

Os homens são a maioria na disputa eleitoral: 1.985 (65,5%). As mulheres totalizaram 1.044 (34,5%). Isolando ainda mais os números, os solteiros são a maioria: 1488 (49,1%). Os casados ficaram em segundo lugar no ranking com 1.326 (43,8%). Os que disseram que são divorciados são 175 (5,78%). Por fim, os viúvos são 29 (0,957%). Onze candidatos disseram que são separados judicialmente (0,363%).


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.