Quem é Nikolas Ferreira (PL), o deputado federal mais votado do Brasil e da história de Minas Gerais

Nikolas Ferreira de Oliveira se diz cristão, conservador e defensor da família. O parlamentar tem 26 anos e é formado em direito pela PUC Minas.

Nikolas Ferreira (PL), o deputado federal mais votado do Brasil e da história de Minas Gerais, tem 26 anos e nasceu em Belo Horizonte.

Atualmente, ele é vereador da capital mineira – eleito em 2020 com 29.388 votos. Quando foi eleito, ganhou pelo PRTB.

No site da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), Nikolas é descrito como "cristão, conservador e defensor da família".

Ele é formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e já afirmou que foi hostilizado várias vezes na faculdade pelos posicionamentos contra a esquerda, o feminismo e a ideologia de gênero.

Criado no Cabana do Pai Tomás, bairro pobre na Região Oeste de BH, ele disse que acredita que os estudantes das comunidades são as maiores vítimas da doutrinação ideológica, segundo o site.

Deputado federal mais votado

Nikolas obteve 1.492.047 votos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O recorde nacional anterior era de Eduardo Bolsonaro (ex-PSL, atual PL), que teve 1.814.443 votos nas eleições de 2018. Em MG, o recorde anterior era de Patrus Ananias (PT), que recebeu cerca de 520 mil votos nas eleições de 2002.

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Nikolas entrou na política em 2020, quando foi eleito vereador de Belo Horizonte.

Depois de Nikolas, o segundo deputado federal mais votado do país é Guilherme Boulos (PSOL), em São Paulo. Com 100% das seções apuradas no estado, ele recebeu 1.001.472 votos.

Já em Minas Gerais, o segundo deputado federal mais votado é André Janones (Avante), com 238.967 votos. Em terceiro lugar aparece Duda Salabert (PDT), com 208.332.

Polêmicas

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) investiga a conduta de Nikolas pela veiculação de um vídeo nas redes sociais em que critica a presença de uma adolescente transexual em um banheiro feminino de um colégio particular da capital.

Em setembro de 2021, ele foi barrado ao tentar visitar o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, por não apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

 

[CNN]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.