MPF acata pedido para investigar Michelle Bolsonaro por tráfico de influência

Procuradoria-Geral do Distrito Federal incluiu o suposto esquema de favorecimento de aliados envolvendo a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, no inquérito que investiga irregularidades na Caixa Econômica Federal. Ela também poderá responder por tráfico de influência. O pedido foi elaborado pelo deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ). “Enquanto muitos pequenos e médios empresários não conseguiram auxílio para se manter na pandemia, Michelle Bolsonaro interferiu na Caixa Econômica para que empresários bolsonaristas fossem favorecidos com empréstimos do governo”. Junto com ele, assinaram a carta parlamentares do PCdoB, Psol, PT, PDT e Rede.

As denúncias de um possível esquema na Caixa Econômica Federal de favorecimento de aliados da família Bolsonaro vieram a público por reportagem da revista Crusoé, nesta sexta (1). De acordo com a matéria, a coordenadora do plano era Michelle Bolsonaro que fornecia uma lista de empresas indicadas a receber prioridade na linha de crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) ao presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

A lista de empresários apoiados inclui não apenas aliados políticos da família, mas também empresas que prestam serviços ao Planalto, como floriculturas e confeitarias. O esquema foi descoberto no próprio sistema de controle do banco, que identificou a fraude na agência onde as transações foram realizadas, na cidade de Taguatinga (DF).

[Congresso em foco]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.