Senador Márcio Bittar visita a Santa Casa e impressiona os profissionais da saúde

Antonio Muniz

A Santa Casa da Amazônia recebeu no fim da tarde desta quinta-feira (30), a visita do vice-líder do governo no Senado e relator do Orçamento Geral da União (OGU), senador Márcio Bittar (MDB-AC). O parlamentar estava acompanhado da mulher, professora Márcia Bittar, do Filho João Paulo, do seu primeiro suplente doutor Eduardo Veloso da amiga e jornalista Vânia Pinheiro. 

O senador e comitiva foram recepcionados pelo provedor de honra da Santa Casa, o ex-deputado federal, doutor José Alex; sua mulher, pastora e advogada Kelly Pessoa; o filho do casal, vereador de Rio Branco, Anderson Silva (PSD).

Também estavam presentes, o superintendente do Ministério da Saúde, Eden Miranda e o funcionário de carreira e técnico Hilder Haley, que também se colocaram a disposição em auxiliar todos os municípios acreanos, na orientação de política e protocolar do Ministério da Saúde, o empresário e médico Dr. Marcos Parente; o empresário Ricardo Leite, o Rico da Uninorte; o Presidente do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Acre, Tião Fonseca, o ex-deputado estadual, amigo pessoal do Senador,  Tarcísio Pinheiro.

“O senador demonstrou está preparado para o debate de temas relevantes para o País, para a Amazônia e, em especial, para o nosso Acre”, a firma o provedor de honra da Santa Casa, doutor e ex-deputado federal José Alex.

Alex lembrou que o Senador Márcio Bittar, por onde passar deixa claro o apoio incondicional ao Presidente Jair Bolsonaro, seu amigo desde quando os dois eram deputados federais, e seu projeto de desenvolvimento para o País. 

“Ele agradece o apoio do Presidente Jair Bolsonaro ao Estado do Acre e reconhece as dificuldades que encontramos nosso Estado continua enfrentar”, destaca Alex.

Ainda segundo o provedor, o senador ressalta a coragem do governador Gladson Cameli (PP) em enfrentar os problemas com a competência de um gestor corajoso e dinâmico, orientando suas bases a fazerem uma campanha limpa e, acima de tudo, com base em propostas.

Com propriedade e conhecimento, o senador critica, de forma firme, alguns países de primeiro mundo que querem controlar a Amazônia. Bittar , desabafa, conscientiza jovens, empresários e idosos, da dificuldade de enfrentar uma organização mundial de mídia, ONGs e forças Politicas Nacionais e Internacionais.

A defesa dos verdadeiros soldados

Bittar defende os destemidos e verdadeiros soldados da Amazônia. “Esses eu preciso defendê-los e através de meu mandato eles tem voz, pois defendo seus interesses no Senado Federal e na República”, afirma Bittar.

O senador emedebista conversou por algumas horas com médicos, dentistas, fisioterapeutas, assistentes sociais, enfermeiras, técnicos de enfermagem, outros profissionais de saúde, funcionários e empresários do setor de saúde.

O Contexto que mais impressionou aos profissionais presentes foi quando abordou o tema saúde. O Senador, depois de ouvir as pessoas presentes, informou os valores que liberou para o Estado do Acre e também para os municípios acreanos somam quase R$ 400 milhões. 

Nova Madrinha

Ao fim da visita, o senador agradeceu a todos e sua mulher, Márcia Bittar recebeu convite para ser madrinha da Santa Casa da Amazônia. “Conversamos na saída com alguns profissionais médicos e outros, também empresários e todos gostaram muito da palestra do senador, principalmente da sua sugestão de criar uma comissão de trabalho presidida pelo doutor Eduardo Velloso, para orientar em um projeto de destaque para o Estado do Acre”, afirma Alex. 

Senador vai usar seu prestigio em Brasília para ajudar Sistema de Saúde Pública do Acre

Márcio Bittar afirmou que usar seu prestígio para designar, esse ano, para ser executado no orçamento de 2021, um valor considerável, à saúde do Estado do Acre e sugeriu que o seu primeiro suplente, doutor Eduardo Velloso, crie uma Comissão de Trabalho, para indicar na área de saúde um projeto de destaque para o Acre, onde o Senador possa alocar os recursos necessários e ver executado em 2021.

O doutor Eduardo Velloso, agradeceu a confiança do senador e disse que segue reconhecendo, que temos que fazer a defesa politica do Presidente Jair Bolsonaro, pois, ele é guerreiro e sofre covardemente ataques todos os dias de Instituições e Poderes da República e da Rede Globo de Televisão e grandes Jornais desse País, o mesmo temos que fazer com o nosso governador Gladson, pois vamos defender aquele que nós ajudamos eleger, agradece ainda o Senador Márcio Bittar e vou com toda a Comissão oferecer o que temos de melhor, disse Eduardo Veloso.

Eduardo Veloso afirmou que reunirá a Comissão de Trabalho para indicar, na área de saúde, um projeto de destaque para o Acre, para que o senador aloque os recursos necessários em um projeto que ajude e fique na história desse Estado, registrado na história, para conhecimento de nossos netos e bisnetos.

“Que eles reconheçam, que um dia, o senador Márcio Bittar, um visionário, um democrático, um amigo do povo, delegou a um grupo de profissionais da área de saúde e empresários do setor, uma missão que foi cumprida de forma integral, do jeito que o senador pediu.”, explica Velloso.

O médico Eduardo Veloso, fez um relato da saúde pública e defendeu um atendimento digno em todas as áreas, principalmente fortalecendo os parceiros que fazem acontecer e não deixam parar os serviços nas redes de atendimento ao público. Disse ainda, que fará uma ata de cada reunião e apresentará um projeto no final dos trabalhos para entregar solenemente ao senador Márcio Bittar.

Já está definida a pré-agenda da primeira reunião com os profissionais e empresários presentes e que vai designar membros da comissão para visitar as universidades e pedir a participação com sugestões e pessoal técnico nessa missão tão importante designada pelo senador.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.