Grávida é presa ao tentar entrar com droga nas partes íntima em presídio de Tarauacá

Davi Sahid

Eliana do Espírito Santo, 25 anos, grávida de dois meses, foi presa por Agentes Penitenciários na tarde deste último domingo, 22, quando tentava entrar no presídio Moacir Prado em Tarauacá, distante 400 km de Rio Branco, com cinco barras de maconha e uma trouxinha de cocaína na vagina.

De acordo com os agentes de plantão responsáveis pela revista, ao ser detectado que Eliana teria alguma coisa escondida em suas partes íntima, eles lhe interrogaram se ela estava levando algo para o esposo que se encontra na unidade prisional e a mesma se fingiu de inocente e negou.

A droga foi descoberta no momento em que a suspeita sentou no detector de metais instalado em um banco da sala de revista.

"Fiz a revista nela e não encontrei nada. Quando ela sentou no banco de metal, o alarme disparou. Perguntei se ela tinha alguma coisa escondida, foi então, que ela confessou que estava com drogas escondidas nas partes íntimas", conta a agente penitenciária, que prefere não se identificar.

Ainda de acordo com a agente, a droga só foi encontrada porque uma das barras de maconha estava enrolada em papel alumínio.

Eliana foi presa e encaminhada a Delegacia Geral de Polícia de Tarauacá, onde ficará detido até o Judiciário decidir se pede a prisão preventiva. A acusada responderá pelo crime de tráfico de droga.

 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.