Carro e casa de ex de Bolsonaro são vandalizados em Brasília

O carro da ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (PL), a candidata a deputada distrital Ana Cristina Valle (PP-DF), foi depredado e a casa dela foi pichada na noite desta quinta-feira (29), em Brasília.

Ela e o filho, Jair Renan Bolsonaro, publicaram vídeos curtos nas redes sociais sobre o ocorrido.

"Pixaram a porta da minha casa em represália não só a minha mãe que é candidata a deputada distrital, que automaticamente se percebe o ódio entregue gratuito a família Bolsonaro", afirmou o quarto filho do presidente.

"Morte ao Bolsonaro", escreveram, com tinta vermelha, no muro da casa.

O carro depredado, com vidros quebrados, foi mostrado pela prória Ana Cristina. "Olha o que fizeram comigo. Querem me pegar", ela disse, chorando.

A mansão da candidata é alvo de um pedido de abertura de inquérito da Polícia Federal à Justiça Federal. O pedido é baseado em dados do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) que apontam incompatibilidade dos valores da transação imobiliária com a função de assessora parlamentar exercida por Ana Cristina à época da compra do imóvel.

Ela informou à Justiça Eleitoral ser proprietária da mansão no Lago Sul, área nobre de Brasília. Segundo a declaração, o valor do imóvel é de R$ 829 mil.

A declaração contrasta com afirmação anterior da própria candidata, que negou no ano passado ao UOL ser dona do imóvel onde mora com o filho 04 de Bolsonaro.

Ana Cristina disputa a eleição usando o sobrenome e fotos do ex-marido, o que provocou críticas indiretas da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Michelle disse que existem "alpinistas que estão tentando subir na vida" e declarou que o irmão, Eduardo Torres (PL), é o "nosso" único candidato a deputado distrital pelo DF.

Em publicação nos stories, no Instagram, Jair Renan, o 04, defendeu a mãe e disse que apoia sua candidatura. O filho do presidente afirmou ainda que a "fala de terceiros" sobre o termo "alpinista não reflete a realidade".

"Minha mãe Cristina Bolsonaro teve uma história de vida com o atual presidente Jair Messias Bolsonaro, onde foram casados por 16 anos, e sou fruto desta relação; onde houve parceria e muito amor", escreveu.

Para ele, a mãe contribuiu para a eleição de Bolsonaro à Presidência da República e tem o direito de usar o sobrenome.

 

[Folha Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.