Bandidos explodem caixa eletrônico e trocam tiros com a polícia na madrugada em Brasiléia

Toda as unidades policiais da fronteira do Acre (PM, Civil, Bombeiros e PF), estão a postos desde as 3h30 da madrugada desta quinta-feira, dia 29, após bandidos explodirem um caixa eletrônico do Banco do Brasil, localizado na cidade de Brasiléia.

Cerca de quatro homens encazupados, armados com armas de grosso calibre (metralhadora e escopeta), utilizaram dinamite para explodir o caixa. Uma testemunha que mora ao lado do banco que foi acordada pelo estrondo, foi ameaçada por um dos ladrões que chegou a efetuar um tiro para cima, ordenando que a mesma retornasse para dentro de casa.

Foi levantado que a ação dos policiais após o estrondo, demorou pouco minutos e foram recebidos a tiros pelos meliantes. Se acredita que não tiveram tempo de pegar o dinheiro do caixa e empreenderam fuga para o Bairro Nazaré, mas, o pneu de um carro modelo VW/Gol, placas LBK 6105, do município de Sena Madureira, foi atingido e pararam.

Foi quando os suspeitos desceram e efetuaram vários disparos contra a viatura policial. Um policial foi atingido no braço e os mesmos desceram o barranco rumo ao rio Acre, fugindo para o lado boliviano.

O policial militar foi ferido no braço esquerdo dentro da viatura e levado para o hospital, sendo necessário sua transferência para a capital, uma vez que o projétil chegou a quebrar um dos ossos.

Até o momento, nenhum dos bandidos foi identificado, mas, conseguiram localizar a proprietária do veículo. Seu nome está sendo mantido em segredo, para que não atrapalhe as investigações no momento.

O delegado Roberto Lucena já se encontra na cidade de Brasiléia e está apurando os fatos. Outros dois delegados estão se deslocando da Capital para ingressar no caso, para que possam chegar aos suspeitos o mais rápido possível. As autoridades do lado boliviano também estão cooperando para ajudar.

 

OALTOACRE

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO – SISP/SEJUSP


A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, em nome do Sistema Integrado de Segurança Pública – SISP, vem a público prestar esclarecimentos sobre a explosão do caixa eletrônico do Banco do Brasil, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 29, no município de Brasiléia, na fronteira com a Bolívia, ao tempo que tranquiliza à sociedade, assegurando que todas as providências necessárias a captura dos envolvidos na ação criminosa já foram deflagradas.


Cumpre o dever de informar que a ação dos criminosos foi prontamente repelida por uma guarnição da Polícia Militar que chegou ao local logo após a explosão do caixa eletrônico, dando início a repressão ao ato criminoso dos envolvidos. Os infratoresreagiram à ação policial com disparos de arma de fogo, sendo repelidos com o poder de fogo necessário pela guarnição policial. 


Na ação, durante o revide e tentativa de fuga, um dos policiais militares foi atingido em um dos braços por um disparo de arma de fogo, ocasião que os infratores utilizando um veículofugiram em direção ao bairro Samauma, sendo seguidos pela guarnição. Nesse bairro, abandonaram o automóvel e correram em direção a margem do Rio Acre, sentido Bolívia.


No momento estão sendo realizadas operações conjuntas com as Policiais Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal, com a finalidade de localizar e prender os criminosos. Além do envio imediato de tropas especializadas de Rio Branco para apoiar as ações locais. Foram montadas barreiras rodoviárias e estão sendo realizadas abordagens em pessoas e veículos, buscas em vias urbanas e rurais e cooperação com as forças de segurança da Bolívia. 


Por fim, o Sistema Integrado reafirma seu compromisso em preservar a segurança, a ordem e a paz de nossa sociedade e solicita a compreensão e apoio da população para auxiliar no trabalho das forças de segurança do Estado, com o repasse de informações por meio do Disque-Denúncia (181).

 

Paulo Cézar Rocha dos Santos – Cel. PMAC
Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.