Major é investigado por agressão a empregada doméstica no Rio

O major da Polícia Militar Bruno Chagas está sendo investigado após vídeo mostrar ele agredindo uma funcionária que trabalhava em seu apartamento, no bairro do Recreio, na zona oeste do Rio de Janeiro.

O caso está sendo investigado pela 42º DP (Recreio dos Bandeirantes). De acordo com a Polícia Civil, os agentes ouviram depoimentos de testemunhas nesta segunda-feira (25).

A polícia não soube informar o nome do advogado de Chagas, e a reportagem não conseguiu localizar o major.

A câmera de segurança do elevador do condomínio onde Chagas mora registrou a agressão no último dia 18.

É possível ver o momento em que a mulher entra no elevador, às 10h17, e é coagida pelo major, que aparenta discutir com a funcionária ao apontar o dedo para ela.

Minutos depois, o homem chega a manter a vítima acuada no fundo do elevador, ainda com o dedo em riste. Quando a vítima percebe que ele está muito próximo, ela o empurra e é agredida com um tapa no rosto. A reportagem não conseguiu ouvir a vítima nem o advogado dela.

A Polícia Militar disse que também teve acesso aos registros da agressão. A Corregedoria-Geral da corporação abriu uma apuração interna para investigar a conduta do major.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.