Loja de conveniência é fechada após morte de idoso durante briga generalizada em Rio Branco

Após a morte do idoso Raimundo Vieira de Moura, de 62 anos, no último domingo (20), em um posto de combustível no bairro na Vila Acre, região do Segundo Distrito de Rio Branco, a loja de Conveniência Vila Beer foi fechada. O idoso havia saído da conveniência quando se envolveu em uma briga.

Pelas redes sociais, a direção do estabelecimento divulgou um comunicado afirmando que, devido às últimas circunstâncias, entraram em consenso para a segurança dos clientes, parceiros e colaboradores. Veja o comunicado na íntegra abaixo.

"Foi uma decisão difícil, mas é o ideal para zelar pela segurança de todos, será muito triste ver a nossa querida Vila toda apagada e sem vida. Mas temos certeza que tudo o que estamos passando será uma grande lição para todos. A humanização deve existir em todas as nossas ações, é necessário e de suma importância entendermos como cidadãos que devemos respeito a tudo e a todos e é nosso dever interiorizar este entendimento de forma ampla e aplicá-lo no nosso dia a dia", diz parte do comunicado.

Conforme o Centro de Operações Policiais Militares (Copom), o idoso estava na loja de Conveniência Villa Beer e se envolveu em uma confusão ao sair do local para ir embora. Ainda de acordo com a polícia, o sobrinho da vítima, que estava no local, informou que o tio, ao sair da loja, teria confundido seu veículo com o de outra pessoa e, quando percebeu que havia se enganado, foi até o carro certo, mas acabou abordado por quatro homens.

Um deles deu um soco no rosto do idoso que, ao cair, bateu a cabeça no chão e ficou desacordado. O suspeito ainda tentou continuar batendo na vítima, mas foi impedido pelo sobrinho.

Comunicado da Vila Beer

Nas circunstâncias atuais, devido aos últimos acontecimentos, a Administração Vila Beer, localizada na Rodovia AC-40 n° 3216 Vila Acre, chega ao consenso que para a segurança de nossos clientes, parceiros e colaboradores, iremos encerrar as atividades.

Comunicamos ao público em geral, especialmente aos moradores do Vila Acre e demais clientes, o encerramento das atividades do estabelecimento, com tristeza, mas com a certeza que fizemos uma bela história, levamos alegria, entretenimento e diversão ao público que nos acompanhou.

O nosso muito obrigado a todos que nos prestigiaram ao longo desses anos e gostaríamos de agradecer todos os artistas, colaboradores e clientes pelas inúmeras festas e momentos que vão ficar nas fotografias e nas nossas memórias.

Agradecer também a Administração do Auto Posto Canindé pela parceria de sempre, e a Polícia Militar que esteve sempre junto conosco garantindo a segurança e ordem no funcionamento de todas as nossas festas.

Foi uma decisão difícil, mas é o ideal para zelar pela segurança de todos, será muito triste ver a nossa querida Vila toda apagada e sem vida. Mas temos certeza que tudo o que estamos passando será uma grande lição para todos.

A humanização deve existir em todas as nossas ações, é necessário e de suma importância entendermos como cidadãos que devemos respeito a tudo e a todos, e, é nosso dever interiorizar este entendimento de forma ampla e aplicá-lo no nosso dia a dia.

Deixamos aqui o trecho do grande filósofo, Benedetto Croce

“A violência não é força, mas fraqueza, nem nunca poderá ser criadora de coisa alguma, apenas destruidora”.

Atenciosamente, Vila Beer. 

 

[G1]

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.