Professor de boxe é morto a tiros enquanto dava aula na própria academia na BA

Um professor de boxe foi morto com três tiros enquanto dava aula na própria academia no bairro Gleba E, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O crime ocorreu no início da noite de terça-feira (20). Alunos e a esposa do homem, que trabalha com ele, presenciaram toda a ação.

A vítima foi identificada como Rodrigo Souza, de 30 anos. Na manhã desta quarta-feira (21), a reportagem conversou com a companheira dele, que deu detalhes sobre a situação. Abalada, ela contou que os suspeitos fingiram estar interessados em aulas.

O nome da mulher não vai ser divulgado por questões de segurança. Ela relatou que trabalhava como atendente da academia, quando dois homens chegaram em um carro e pediram informações sobre a academia, as aulas e o professor.

Quando os suspeitos identificaram Rodrigo, que atendia alunos, foram na direção dele e dispararam várias vezes. Depois, fugiram do local no mesmo veículo em que chegaram. Câmeras de segurança registraram parte da confusão. Na gravação, é possível ouvir o momento dos disparos e muita gritaria. Uma das pessoas que grita é a esposa de Rodrigo, que pede socorro. O professor foi levado para o Hospital Geral de Camaçari, mas já chegou à unidade sem vida.

Em nota, a Polícia Militar informou que procurou os suspeitos, mas não conseguiu localizar ninguém. O caso é investigado pela Polícia Civil. Ainda não se sabe o que motivou o assassinato. O corpo de Rodrigo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador. Não há detalhes sobre o sepultamento dele, até o momento.

Além de ensinar boxe, Rodrigo também era professor de artes marciais, muay thai e kickboxing. A academia fundada por ele é o Centro de Treinamento Benção Fight. O professor deixa a esposa e uma filha, de 5 anos.

 

[G1]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.