Justiça condena Ícaro a regime fechado e Alan a semiaberto pela morte de Jonhliane

O júri entendeu que os réus eram culpados pela morte de Jonhliane de 30 anos que ocorreu no dia 06 de agosto de 2020.

O julgamento teve duração de três dias e ocorreu na 2° vara do Tribunal do Júri e auditoria militar em Rio Branco se encerrando na ultima quinta-feira (20).

Icaro José Silva Pinto foi condenado a 10 anos e 10 meses de reclusão e mais 1 ano e 3 meses de detenção em regime inicialmente fechado e Alan de Lima foi condenado a 4 anos e 11 meses de reclusão em regime semiaberto.

Os réus ainda foram condenados por danos morais e Ícaro deve pagar R$100 mil e Alan R$50 mil a família da vitima. Além de uma pensão vitalícia no valor de dois terços de 2 salários mínimos , sendo Icaro o valor de R$977,77 e Alan R$488,88.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.