Polícia Civil prende empresários em flagrante por crime da ordem tributária e burlar mais de meio milhão de reais em impostos

Ascom/Polícia Civil 

Na manhã desta quarta-feira, 18, agentes da Delegacia de Combate a Corrupção (DECCOR), do Grupo de Enfrentamento aos Crimes Contra a Ordem Tributária (GECOT) e fiscais da Secretaria da Fanzenda Estadual (Sefaz) prenderam dois empresários quando tentavam entrar no Acre com carregamento de frios.

Os empresários foram presos em flagrante sob acusação de crime contra a ordem tributária e falsidade ideológica. Eles tentaram entrar no Estado com carregamento de frios com documentação fraudulenta para não pagar o devido imposto. 

A investigação, coordenada pelo delegado Pedro Resende, apontou que a empresa de um dos envolvidos na fraude já havia movimentado cerca dé 300 mil reais. Essa mesma empresa não recolheu os impostos referentes a essa movimentação o que levou os agentes a iniciar a investigação e constatar a irregularidade, porém, mesmo com a autorização de funcionamento suspensa, a empresa vinha movimentando farta quantidade de carga de forma fraudulenta.

Uma segunda empresa que foi aberta em 2012 e encontrava-se inativa, estava sendo usada para burlar a fiscalização tributaria com movimentação acima 350 mil reais em notas de compra. 

A empresa está em nome de uma mulher que foi presa em flagrante.

Os empresários foram presos em flagrante sob acusação de crimes como, falsidade ideológica e crime contra a ordem tributária. Eles foram conduzidos à delegacia para procedimento praxe e em seguida colocados à disposição da justiça. 

A instituição do grupo criado em 29 de setembro deste ano,  visa combater crimes relacionados à sonegação fiscal e outros ilícitos financeiros e já realizou duas importantes prisões e apreensões que resultaram na descoberta de mais de 1 milhão em fraudes tributária evitando prejuízo do Estado.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.