Alexandre de Moraes autoriza saída de Roberto Jefferson de Bangu para exames médicos

O ministro Alexandre de Moraes, do Superior Tribunal Federal, autorizou nesta terça-feira (18) a saída do ex-deputado e presidente do PTB Roberto Jefferson do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, para exames em um hospital particular em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Segundo laudo médico apresentado pela defesa, Jefferson apresenta início de trombose, "circunstância que exige a realização de exames em unidade hospitalar adequada". No pedido dos advogados, a defesa diz que a transferência precisa ser realizada "sob pena de agravamento irreversível do seu estado de saúde, que poderá resultar em risco de morte". Jefferson teve a prisão preventiva (por tempo indeterminado) decretada em 13 de agosto. A autorização partiu do ministro Alexandre de Moraes dentro do chamado "inquérito da milícia digital", que é uma continuidade do inquérito dos atos antidemocráticos.

Em setembro, o ministro autorizou que Jefferson deixasse a prisão para receber tratamento médico e manteve o uso de tornozeleira eletrônica do ex-deputado. No dia 13 de outubro ele teve alta do hospital em que estava sendo tratado, na Barra. No dia 26 do mesmo mês a defesa pediu nova transferência, o que foi negado - na ocasião, foi autorizada a visita de médicos particulares a Jefferson.

[Globo.com]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.