Para o MP, envolvidos em racha que resultou na morte de Jonhliane Paiva, expuseram inúmeras vidas em risco

Marcelina Freire

Segundo a denúncia apresentada hoje, 16, pelo Ministério Público do Acre (MP/AC) por meio da 6ª Promotoria de Justiça Criminal, contra Ícaro José da Silva Pinto e Alan Araújo de Souza, envolvidos no “racha” que matou a funcionária de uma rede de supermercados, Jonhliane Paiva Lima, de 30 anos, no dia 6 de agosto deste ano, os dois colocaram em perigo a vida de várias pessoas. 

De acordo com promotor de Justiça, Efrain Enrique Mendoza Mendivil Filho, que assina a denúncia, os dois denunciados “expuseram a perigo inúmeras vidas, uma vez que o fluxo de pedestres e veículos no percurso realizado era considerável, e colocaram em risco ainda os passageiros que estavam nos bancos de carona”. 

Ainda segundo o MP, Ícaro José da Silva, “sem qualquer sentimento de solidariedade, sem prestar socorro à vítima ou acionar as autoridades”, empreendeu fuga do local, enquanto Alan Araújo ainda retornou ao local, mas não acionou o CIOSP e também se evadiu em seguida.

Os dois, Ícaro e Alan,  foram denunciados por homicídio doloso (quando se assume o risco  de matar). O ministério público também pediu a fixação em sentença de um valor mínimo, destinado à mãe de Johnliane, para a reparação dos danos causados pelo crime.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.