Segurança do Acre busca impulsionar ações de combate a crimes transfronteiriços

Cumprindo agenda em Brasília, representando o governo do Acre, o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Rocha dos Santos, visitou a Secretaria de Operações Integradas (Seop), do Ministério da Justiça, na manhã desta quinta-feira, 15.

O objetivo foi estreitar relações e alavancar as ações do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia) para ampliar o combate aos crimes transfronteiriços no Acre. Participaram da reunião ocorrida na sede do ministério em Brasília, o diretor de operações da Sejusp, Ulysses Araújo, e o secretário de Operações da Secretaria de Operações (Seop), Alfredo Carrijo.

O Vigia é um projeto estratégico do Ministério da Justiça, presente em mais de 15 estados do país e atua basicamente em três eixos: operações, capacitações e aquisições de equipamentos e sistemas. No Acre, o programa, por meio de operações conjuntas do Sistema Integrado de Segurança Pública, já rendeu dezenas de apreensões que resultaram em prejuízos às organizações criminosas. Além de promover capacitações e financiar a aquisição de equipamentos. O propósito é impulsionar e manter a parceria para dar continuidade às ações.

“O Acre tem se destacado. Queremos otimizar os resultados alcançados nas operações financiadas pelo programa Vigia que tem sido uma ferramenta fundamental no combate aos crimes transfronteiriços.  Essa aproximação estratégica com revisão de metodologias, potencializará ainda mais os resultados já alcançados”, destacou o secretário de segurança do Acre.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.