Jovem desaparece após ligar para o pai e contar que sofreu acidente; carro foi achado em rio

Uma família de Manduri (SP) está procurando uma jovem de 22 anos que desapareceu após ligar para o pai e contar que havia sofrido um acidente de carro (veja mais no vídeo acima). O desaparecimento foi registrado nesta terça-feira (11), horas antes do veículo de Kathia Fernandes Oliveira ser encontrado no Rio Novo, entre Águas de Santa Barbara e Iaras.

Segundo o boletim de ocorrência, a jovem, que mora em Óleo (SP), disse à família que iria dar uma volta na noite de segunda-feira (10) e logo retornaria para a casa. Pouco tempo depois, o pai recebeu uma ligação da filha contando que tinha sofrido um acidente.

À polícia, a família disse que a ligação estava ruim e que não conseguiu retornar a chamada. Por conta disso, eles fizeram buscas e entraram em contato com amigos da jovem, mas não tiveram sucesso. Ainda conforme o BO, na noite de terça moradores perceberam rastros de um possível acidente e chamaram a Polícia Militar. No local, as equipes encontraram o carro de Kathia dentro do Rio Novo.

Com o apoio do Corpo de Bombeiros, o veículo foi retirado do local, mas ninguém estava dentro do carro ou às margens do rio. Uma equipe de mergulhadores foi chamada nesta quarta-feira (12) para fazer buscas. 

De acordo com a corporação de Avaré, as buscas foram encerradas depois que os mergulhadores percorreram mais de dois quilômetros no rio e nenhum vestígio foi encontrado. Os bombeiros disseram que vão retomar as buscas se receberem mais informações de que Kathia está no local. Até a última atualização desta reportagem, a jovem continuava desaparecida. A Polícia Civil informou que está investigando o caso, com apoio das equipes de Óleo, Manduri, Águas de Santa Bárbara e Iaras. Apesar disso, disse que ainda não definiu a unidade responsável pelo inquérito. De acordo com a Polícia Civil, foi feita perícia no local em que o carro foi encontrado e as equipes trabalham com várias linhas de investigação.

[Globo.com]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.