Estado Islâmico é câncer e EUA farão tudo para proteger seu povo, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira que o grupo militante Estado Islâmico, que decapitou um jornalista norte-americano, é um "câncer", e disse que a "ideologia deles está falida".

Radicais islâmicos dizem ter decapitado jornalista americano e fazem ameaças

"O mundo inteiro está horrorizado pelo assassinato brutal de James Foley", disse Obama, falando um dia após a divulgação de um vídeo dos militantes mostrando a execução de Foley.

 

Obama disse que telefonou para a família do jornalista para expressas suas condolências.

O Estado Islâmico, que tem avançado pelo norte do Iraque, divulgou o vídeo como um alerta aos EUA, mas Obama disse que o país vai continuar a fazer o que precisa para proteger seu povo.

Entenda o caso

Desaparecido desde novembro de 2012, o jornalista James Foley foi decapitado por militantes do Estado Islâmico, anunciou o grupo radical nesta terça-feira (19). Os rebeldes, cujo objetivo é criar um califado islâmico em partes dos territórios sírio e iraquiano, divulgaram imagens do momento do assassinato nas redes sociais.

 

Fonte: ig


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.