Procon e MPE fiscalizam comércio e atendem consumidores durante Expoacre

A partir deste sábado, 26, o Procon Acre, em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE) e a Vigilância Sanitária, forma a Central das Relações de Consumo na Feira Agropecuária, Expoacre 2014. O estande ficará durante toda a Expoacre realizando atendimentos, tirando dúvidas e mediando conflitos.

Além disso, nos dias de show haverá a fiscalização da equipe do Procon para acompanhar se os fornecedores cumpriram as orientações passadas em reunião, para que se adequassem à legislação.
Essa ação na Expoacre acontece depois de um ciclo de reuniões com representantes de diversos órgãos de segurança e fiscalização, como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Fundo de Reaparelhamento Policial (Furepol), Polícia Rodoviária Federal e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O intuito é garantir a segurança dos frequentadores, o respeito aos seus direitos como consumidores e coibir possíveis irregularidades.
“Essa é mais uma ação conjunta do Procon Acre com outros órgãos, e só temos colhido bons frutos desse tipo de ação, que sempre tem sua eficácia garantida. Este ano a Divisão de Fiscalização estará na Expoacre todos os dias, à disposição dos consumidores e fornecedores, com o intuito de minimizar qualquer problema que possa surgir”, pontua Francisca Brito, chefe da Divisão de Fiscalização do Procon.

 

Assessoria Procon


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.