Ações da Prefeitura de Rio Branco na área de Cultura durante a pandemia serão apresentadas em fórum internacional

As diversas ações promovidas na área de Cultura pela Prefeitura de Rio Branco durante o período de pandemia da COVID-19 serão apresentadas nesta sexta-feira, 31, no Fórum Internacional e Virtual sobre Cultura em Tempos de Pandemia.

O evento, organizado pela Unidade Temática de Cultura da Rede Mercociudades, reúne gestores de Cultura de toda a América Latina para compartilhar experiências e debater estratégias culturais no mundo pós-pandemia.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Sérgio de Carvalho, falará no encontro sobre O MoveMente, ação que teve como objetivo levar as aulas oferecidas gratuitamente nos Centros Culturais para lives no Instagram e Facebook, e o FestVida – Arte de Casa para o Mundo, que foi um edital no valor de R$ 50 mil, realizado totalmente on-line, em que os artistas receberam para se apresentarem direto de suas casas. A manutenção e reforma dos espaços culturais, tais como o Parque Capitão Ciríaco e o novo Centro Cultural Taquari, e as ações beneficentes para doações de cestas básicas para os artistas também entrarão em pauta.

“O Fórum Internacional de Gestores Culturais é uma iniciativa de primeira importância neste cenário. Um espaço de encontro, de romper fronteiras e de trocas. Sabemos o quanto a cultura foi impactada pela pandemia em diversos aspectos, e a dificuldade dos fazedores de cultura em fazer esta travessia. Desde o início, a Prefeitura de Rio Branco, em diálogo permanente com o movimento cultural e contando com a sensibilidade da prefeita Socorro Neri, vem buscando alternativas para minimizar os impactos em diversos setores, entre eles, o cultural”, destacou Sérgio.

Sobre o Fórum

O fórum tem como principal objetivo debater sobre os efeitos da pandemia gerado pela COVID-19 na cultura, assim como as consequências socioeconômicas que estão afetando esse setor tão importante da sociedade. Além disso, o encontro também discutirá quais serão os possíveis programas para reativar o setor.

Toda a reunião será transmitida ao vivo a partir das 17 horas, no Facebook Mercociudades (facebook.com/mercociudades), e compartilhado na rede da Fundação Garibaldi Brasil (facebook.com/fundacaogaribaldibrasil).

As diversas ações promovidas na área de Cultura pela Prefeitura de Rio Branco durante o período de pandemia da COVID-19 serão apresentadas nesta sexta-feira, 31, no Fórum Internacional e Virtual sobre Cultura em Tempos de Pandemia.

O evento, organizado pela Unidade Temática de Cultura da Rede Mercociudades, reúne gestores de Cultura de toda a América Latina para compartilhar experiências e debater estratégias culturais no mundo pós-pandemia.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Sérgio de Carvalho, falará no encontro sobre O MoveMente, ação que teve como objetivo levar as aulas oferecidas gratuitamente nos Centros Culturais para lives no Instagram e Facebook, e o FestVida – Arte de Casa para o Mundo, que foi um edital no valor de R$ 50 mil, realizado totalmente on-line, em que os artistas receberam para se apresentarem direto de suas casas. A manutenção e reforma dos espaços culturais, tais como o Parque Capitão Ciríaco e o novo Centro Cultural Taquari, e as ações beneficentes para doações de cestas básicas para os artistas também entrarão em pauta.

“O Fórum Internacional de Gestores Culturais é uma iniciativa de primeira importância neste cenário. Um espaço de encontro, de romper fronteiras e de trocas. Sabemos o quanto a cultura foi impactada pela pandemia em diversos aspectos, e a dificuldade dos fazedores de cultura em fazer esta travessia. Desde o início, a Prefeitura de Rio Branco, em diálogo permanente com o movimento cultural e contando com a sensibilidade da prefeita Socorro Neri, vem buscando alternativas para minimizar os impactos em diversos setores, entre eles, o cultural”, destacou Sérgio.

Sobre o Fórum

O fórum tem como principal objetivo debater sobre os efeitos da pandemia gerado pela COVID-19 na cultura, assim como as consequências socioeconômicas que estão afetando esse setor tão importante da sociedade. Além disso, o encontro também discutirá quais serão os possíveis programas para reativar o setor.

Toda a reunião será transmitida ao vivo a partir das 17 horas, no Facebook Mercociudades (facebook.com/mercociudades), e compartilhado na rede da Fundação Garibaldi Brasil (facebook.com/fundacaogaribaldibrasil).

 

ASSESSORIA

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.