Banco e operadora de telefone vão doar cinco respiradores ao Acre

Por Wanglézio Braga

As empresas Santander Brasil e VIVO anunciaram hoje (30) que os 200 respiradores comprados pelos grupos e que serão doados aos estados chegaram ao Brasil. Os aparelhos devem ser repassados às unidades da federação nos próximos dias. Entre os estados contemplados, aparece o Acre que receberá cinco unidades. Os respiradores serão entregues também no Amapá, Ceará, Espírito Santo, São Paulo, Pernambuco, Roraima e Rio de Janeiro.

Segundo as diretorias dos grupos, “A iniciativa reforça a rede de solidariedade entre empresas de diferentes setores, mas que têm em comum uma atuação sustentável na área de responsabilidade social. O destino dos respiradores foi definido em parceria com as secretarias de saúde dos estados, de modo que os aparelhos atendam as regiões mais afetadas pela Covid-19”.

A importação dos respiradores se junta à doação de mais R$16,3 milhões já doados pela Vivo desde o início da pandemia. Nos últimos meses, o Santander também implementou iniciativas como a doação de 5 milhões de testes rápidos e 15 milhões de máscaras, além de respiradores e equipamentos de saúde, em parceria com os bancos Bradesco e Itaú.

A distribuição dos equipamentos conta com apoio técnico e logístico do programa “Todos pela Saúde”.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.