Nas Redes Sociais, Gladson inicia campanha contra as queimadas

Por Wanglézio Braga

O governador Gladson Cameli, do PP, iniciou uma campanha nas redes sociais em prol do meio ambiente: “Diga não às queimadas”. Em seu comentário realizado hoje (29) o chefe do executivo acreano, publicou um dado alarmante do número de atendimentos de pacientes que apresentaram problemas respiratórios entre maio e julho, época que aumentaram os focos de calor no estado.   

“No período de 10 de maio a 20 de julho, as unidades de saúde realizaram cerca de 6.839 atendimentos por doenças respiratórias devido ao aumento das queimadas e fumaça. Os médicos alertam que as partículas inaladas por meio de fumaça podem irritar as vias aéreas superiores que são os olhos e o nariz”, comentou.

O governador citou ainda que o Acre vive um transtorno por conta da pandemia do Covid-19. A doença que atinge principalmente os pulmões pode deixar sequelas nos pacientes assim como a forte fumaça provocada pelas queimadas urbanas e rurais.

“A fumaça também deixa o corpo humano mais debilitado, causa alergias, aumenta a falta de ar, provoca tosse, irrita os brônquios e a traqueia. As complicações respiratórias estão entre os principais problemas causados pela Covid-19. Não realizar queimadas protege você, sua família e amigos”, concluiu.

DIA DO AGRICULTOR

O governador aproveitou para deixar ainda uma singela homenagem aos agricultores no dia 28 de julho, data em que a categoria comemora o seu dia. “Todos sabem que uma das principais bandeiras do nosso governo é o agronegócio e em mim o agricultor tem um governador parceiro e que está ao lado de quem acredita nessa terra e quer trabalhar. Estamos nos esforçando para criar um ambiente favorável para garantir ainda mais segurança para o homem do campo. Esse é o nosso compromisso com você, amigo agricultor. Parabéns pelo seu dia!”, escreveu. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.