Desemprego aumenta no Acre e chega a 17,1% no 3° trimestre deste ano

Por Marcelina Freire

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estátisticas (IBGE) divulgou nesta sexta-feira, 27, dados referentes ao desemprego no Brasil. Segundo  os números, o Acre teve o quarto maior crescimento de pessoas desocupadas no  país em comparação com 2° trimestre deste ano, saltando de 14, 2% para 17%,1 % de   julho a  setembro deste ano. Ficando atrás da Paraíba com a maior taxa, Pernambuco e Amapá. 

No quesito pessoas que trabalham por conta própria, o estudo revela que o Acre ficou na 11ª posição entre todos os estados, com 29,2%, o índice é bem acima da média nacional que é de 26,4%. O Amapá lidera o ranking com um percentual de 35,8%.

Já no que refere a trabalhadores informais, de acordo com o IBGE, o número chega a 46% da população economicamente ativa nos meses de julho, agosto e setembro. A média nacional é de 38,4%. 

Entre as pessoas que trabalham com carteira assinada, o Acre possui um dos piores índices nacionais, ficando à frente de apenas 8 estados e tendo o segundo pior número na Região Norte. 

No terceiro trimestre de 2020, apenas 63,3% de quem está ocupado, tem a carteira de trabalho assinada. A média nacional é de 76,5% e o melhor índice é em Santa Catarina com 90,5%.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.