Após tentativa de fuga no início da semana, Iapen suspende visitas em sete pavilhões do FOC

Marcelina Freire

Depois de frustrar uma tentativa de fuga em massa, ocorrida na última segunda-feira, 21, na Unidade de Regime Fechado nº 1 de Rio Branco, também conhecida como Chapão, de onde pelo menos 39 detentos pretendiam fugir, não fosse a intervenção dos policiais penais de plantão, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) decidiu suspender as visitas temendo uma possível rebelião.

Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira, 25, o Iapen informou que e a intenção é além de realizar vistorias no Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC) é garantir a integridade física e preservar a vida dos familiares dos apenados. As visitas estão suspensas por sete dias com data retroativa de 22 de setembro.

“Considerando também a necessidade da realização de vistorias e manutenções corretivas nas estruturas dos pavilhões da unidade prisional, com intuito de evitar desordens, fugas e cometimento de crimes. A equipe gestora do Iapen deliberou sobre a necessidade de preservar vidas e evitar que familiares sejam utilizados como escudos em uma possível rebelião, primando ainda pela segurança geral da unidade e manutenção da ordem e disciplina”, diz a nota.

Segundo o documento, “considerando o parágrafo único do artigo 41 da lei 7.210/1984, que preconiza que o direito de visita do cônjuge, companheira, parentes e amigos poderá ser suspenso ou restringido mediante ato motivado do diretor do estabelecimento, a equipe decidiu que ficam suspensas por sete dias as visitas íntimas e de familiares na Unidade de Regime Fechado nº 1 de Rio Branco (pavilhões G, H, I, J, K, L e R), com foco no restabelecimento do padrão mínimo de segurança”.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.