Governo reinaugura Centro de Educação Profissional do Juruá nesta quinta-feira

Com a proposta de não ser apenas um mero instrumento de capacitação técnica, a rede de educação profissional no estado do Acre vem se tornando protagonista na difusão de conhecimento. Com foco nessa trajetória de crescimento, será realizada nesta quinta-feira, 26, às 17h. A solenidade de reinauguração do Centro de Educação Profissional e Tecnológica do Juruá (Ceflora), no município de Cruzeiro do Sul.

A unidade faz parte da estrutura do Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec), que tem envidado esforços em estender o alcance de seu atendimento e oferta de cursos na capital e no interior do estado.

O evento é uma realização do Governo do Estado do Acre, por intermédio do Ieptec, e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

“A reestruturação e revitalização do Ceflora é um recomeço para nós da educação profissionalizante. Além de oferecermos conhecimentos profissionais, proporcionamos também conforto, segurança e bem-estar em nosso espaço físico aos nossos atuais e futuros educandos”, disse a coordenadora geral do Ceflora, Raylene Cameli.

A solenidade contará, ainda, com o ato de assinatura de termos de cooperação técnica firmados com quatro instituições, a saber, Associação Nossa Senhora da Saúde, Clínica de Doenças Renais, Hospital de Dermatologia Sanitária e Labsul Diagnósticos Clínicos Laboratoriais, todos com foco na implementação da educação profissional no âmbito da saúde em Cruzeiro do Sul.

“O governo do Estado tem investido, de forma prioritária, na implementação de uma modalidade de desenvolvimento cujo princípio norteador é a qualificação da sociedade para o mercado de trabalho”, disse o presidente do Ieptec, Francineudo Costa.

Histórico 

O Ceflora iniciou suas atividades no dia 15 de novembro de 2005.  De lá para cá, foram desenvolvidos cursos em diversas áreas de conhecimento, o que representa o quantitativo de 1.124 turmas concluídas e 15.746 alunos formados em cursos técnicos para habilitação e cursos de Formação Inicial e Continuada (Fics) para qualificação no município.

 

 

Agência

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.