Pfizer: vacina recebe aprovação definitiva da Anvisa

Veja!

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira, 23, que concedeu o registro denitivo da vacina contra Covid-19 desenvolvido pela farmacêutica Pzer e pela empresa de biotecnologia BioNTech.

Em nota assinada pelo diretor-presidente da agência, Antônio Barra Torres,  foi informado que a análise de aprovação durou dezessete dias. Trata-se do primeiro orgão regulador de medicamentos referenciado pela Organização Pan-Americana de Saúde a conceder tal autorização.

“O registro abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa conversão”, diz a nota da Anvisa.

O Brasil não tem doses garantidas desse imunizante para distribuir para a população. No último comunicado do Ministério da Saúde, em que esclarecia quais imunizantes devem chegar ao país ainda neste 2021, a farmacêutica não estava citada entre os candidatos com acordos fechados ou em negociação avançada.

Ou seja, ainda que o imunizante tenha o aval da agência, não há previsão conhecida para que seja aplicado no Programa Nacional de Imunizações.

Até a autorização desta terça, o país contava somente com a autorização emergencial — mais restritiva e controlada — de dois imunizantes contra a Covid-19. São eles: a CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Life Science, e a vacina da Universidade de Oxford, feita em parceria com o laboratório AstraZeneca. A segunda, inclusive, já teve pedido de registro protocolado na Anvisa.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.