Acre tem cinco dias para informar ao STF sobre estoque de seringas e agulhas

Por Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski deu o prazo de cinco dias para que o Acre, os outros estados e o Distrito Federal informem o estoque de seringas e agulhas visando à campanha de vacinação contra o Covid-19. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (14) e seguiu a um pedido impetrado pela Rede Sustentabilidade no STF. O prazo tem início nesta sexta-feira (15).

A preocupação quanto aos dados, ocorreu logo após o Ministério da Saúde (MS) determinar que é será apenas responsável pela compra das vacinas contra o novo coronavírus e que, portanto, os estados deveriam disponibilizar os materiais tendo em vista que não tem seringas e agulhas estocadas.

O Acre, Distrito Federal e as outras unidades da federação devem discriminar a quantidade destinada à execução do Plano Nacional de Vacinação, as reservadas ao atendimento das ações ordinárias de saúde pública local e as que serão destinadas para utilização no “Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19”.

De acordo com um documento que foi elaborado através de dados de novembro de 2020 e que foi enviado ao STF pelo Ministério da Saúde, os estados do Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina não teriam estoque suficiente para suprir a demanda inicial, caso houvesse a disponibilidade imediata de 30 milhões de doses.

No mesmo documento, o MS acredita que como as vacinas chegarão ao Brasil de forma gradual, será possível suprir a demanda ao longo do processo. No total, o país dispõe de 52 milhões de seringas espalhadas entre os estados. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.