Greve de caminhoneiros marcada para fevereiro será maior que a de 2018, diz líder

Money Times

Uma nova greve nacional dos caminhoneiros está marcada para ocorrer no dia 1° de fevereiro, e já conta com o apoio de 21 estados brasileiros, segundo o presidente da Associação Nacional do Transporte Autônomos do Brasil (ANTB), José Roberto Stringasci, que afirmou ao Money Times a confirmação da paralisação na manhã desta quinta-feira (14).

“A manifestação nacional em 2021 deverá ser maior que a realizada em 2018, já que  o combustível chega a até 60% do valor dos fretes feitos no Brasil“, explicou ao Money Times o presidente da ANTB, que também é integrante do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC).

Até o momento nenhuma autoridade pública, seja na esfera federal ou estadual, se propôs ir a mesa de negociações com os representantes dos caminheiros, disse Stringasci

O Brasil é o país que tem a maior concentração rodoviária de transporte de cargas e passageiros entre as principais economias mundiais. Cerca de 58% do transporte no país é feito por rodovias, segundo dados do Banco Mundial.

Há quase um mês, o presidente do CNTRC, Plínio Dias, publicou nas redes sociais as pautas defendidas pela categoria na mobilização neste ano.  A principal pauta da greve é política de preços feita Petrobras (PETR3PETR4).

A paralisação coincide com um momento de alta de casos e mortes pela Covid-19 em todo o país.

O Money Times entrou em contato com a Petrobras e aguarda posicionamento da estatal.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.