Programa da Embaixada dos EUA no Brasil oferece atividades de formação para gestores e professores da rede pública

Agência

Iniciativa da embaixada e consulados dos Estados Unidos, em parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), visa formar uma rede de multiplicadores de inovação na rede pública educacional brasileira

O programa Steam TechCamp Brasil, da Embaixada dos EUA no Brasil, em parceria com o Laboratório de Sistema Integráveis e Tecnológico (LSI- TEC), está com as inscrições abertas para a sua quarta edição. A atividade vai capacitar 60 educadores com potencial e liderança para articular e aprimorar ações já existentes e implantar novas ações voltadas à aprendizagem ativa em ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática (Steam – sigla composta de acordo com a grafia desses substantivos em inglês), na rede pública da educação básica do Brasil.

A edição tem como objetivo colocar especialistas em tecnologia e educação, do Brasil e do exterior, em contato direto com gestores das secretarias de educação e com professores para compartilhar e ampliar conhecimentos sobre as diferentes ferramentas, práticas e estratégias de ensino que auxiliem nos desafios da educação. As atividades terão início em 2021, com duração de 12 meses, de acordo com o cronograma.

Devido ao momento de pandemia, as diversas atividades serão realizadas de forma remota, no encontro virtual que será realizado no período de 8 a 12 de fevereiro. Nesse período, os educadores selecionados vão participar de workshops, palestras e painéis voltados ao tema, bem como oficinas para a elaboração de propostas de planejamento estratégico para implantação de projetos em escolas de seus estados de origem.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até 4 de dezembro de 2020. Além disso, os participantes receberão certificado de participação ao final das atividades de formação. O acesso ao regulamento e formulário de inscrição deve ser feito por meio do endereço eletrônico https://steamtechcampbrasil.febrace.org.br/v2021/.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.