?O sucesso do estado está com vocês?, diz Gladson Cameli na FIEAC

Governador participa de 2º Encontro de Empresas Acreanas para Comércio Exterior e garante ser parceiro do setor produtivo

            Realizado na FIEAC, na última sexta-feira, 8 de novembro, o 2º Encontro de Empresas Acreanas para o Comércio Exterior contou com a participação do governador Gladson Cameli, que debateu com empresários sobre as dificuldades do setor produtivo local. O evento teve por objetivo esclarecer requisitos para empresas acessarem o mercado exterior e detalhar programação e ações a serem desenvolvidas pela proposta da Rede de Negócios Comex, que vem sendo conduzida pela FIEAC, Sebrae, Fecomércio, Faeac, Federacre, Acisa e Seict.

A ideia é preparar um grupo de empresas que tenha interesse em desenvolver negócios com importação ou exportações, provendo capacitações e ações para divulgação de produtos, orientações e assessoria técnica. De acordo com o assessor de Relações Institucionais da FIEAC, Assurbanipal Mesquita, a Rede de Negócios Comex pretende ajudar o setor empresarial para que ele consiga se organizar, trabalhar e divulgar seus produtos para fora do estado – seja dentro do próprio país ou em países vizinhos.

“No portal do Observatório do Fórum Permanente do Desenvolvimento, os principais produtos que o Acre exporta são castanha, madeira e carne bovina. E os maiores compradores do Acre são Hong Kong, Peru e Bolívia. Existe um mercado em nosso entorno e temos que saber como aproveitar e trabalhar melhor isso”, informou. Ainda durante a reunião foi apresentada uma amostra de produtos acreanos, que possuem potencial para negócios.

O governador Gladson Cameli agradeceu a oportunidade de participar do Encontro, aproveitando a ocasião para relatar sobre a viagem que fez à China na comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro. De acordo ele, os chineses estão interessados na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Acre.

“Eu quero que a gente cresça e gere emprego. E, para mim, o que importa é que a ZPE tenha utilidade, que a gente valorize a nossa mão de obra, gere riqueza para a nossa economia. Não dá para ter uma ZPE dessas parada. Não dá para ter a Peixes da Amazônia parada. Precisamos dizer que estamos vivos e preparados para ter esse intercâmbio comercial. O governo tem a humildade de reconhecer que precisa das federações representativas do setor produtivo. O sucesso do estado está com vocês. Eu sou parceiro”, garantiu Gladson.

Para o presidente da FIEAC, José Adriano, a presença do governador no evento representa uma vitória para o setor empresarial. "Ficamos muito felizes pelo fato do governador Gladson Cameli ter atendido ao nosso chamado e que ele está em sintonia com aquilo que sonhamos para o desenvolvimento do estado. Não conseguiremos ir longe sozinhos e o apoio do governo é preponderante, já que todos temos o mesmo objetivo”, comemorou o empresário.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.