Ex-comandante da PMAC comete gafe ao desejar recuperação de Bolsonaro

Por Wanglézio Braga

O ex-comandante da Polícia Militar do Acre (PMAC), Coronel Ulysses Araújo (PSL), foi uma das autoridades do estado que manifestaram preocupação e votos de recuperação ao presidente Jair Bolsonaro (SEM PARTIDO) que foi diagnosticado com Covid-19. Mas, Ulysses cometeu uma gafe em sua mensagem nas redes sociais ao afirmar que o presidente “levou um tiro pela nossa pátria”, no entanto, a história é outra.

“Que Deus abençoe a recuperação do nosso Presidente Bolsonaro. Já levou um tiro pela nossa Pátria, e Deus o preservou, com certeza o guardará nesse momento da pandemia. Tivemos a honra de lutar ao lado dele na caminhada ao planalto e estar nesse vídeo que é o vídeo mais famoso dele!”, escreveu.

Na realidade, Jair Bolsonaro sofreu um atentado durante a campanha de 2018, mais especificamente no dia 6 de setembro quando ainda era deputado federal. Ao participar de um comício na cidade de Juiz de Fora (MG) para a promoção de sua campanha eleitoral, Adélio Bispo de Oliveira desferiu um golpe de faca na região do abdômen de Bolsonaro. Adélio foi preso em flagrante pela Polícia Federal e conduzido para a delegacia central da cidade.

Na postagem feita por Ulysses, na noite de ontem (07), um vídeo da visita de Bolsonaro a Rio Branco também foi compartilhado com os internautas. Do alto de um carro de som, usando um equipamento de uma emissora, Bolsonaro falou em “fuzilar a petralhada” e “enviá-los à Venezuela”.

Na publicação de Araújo, diversos internautas reagiram à falha e não o perdoaram. “Eu não ouvir nada de tiro, só facada”, escreveu Iranildo Silva.

“Olá coronel, edite seu texto,corrija "tiro".vlw abraços..”, alertou Neto Barroso.

“ Caramba ele levou um tiro quando foi isso? Me lembro bem da facada”, questionou Diego Henrique. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.